Design na era digital: tablets gráficos ou tablets?

tablets gráficos ou tablets

O design gráfico tornou-se uma ferramenta fundamental tanto para profissionais como para amadores criativos. A capacidade de criar imagens visualmente impactantes e designs inovadores tornou-se crucial em uma ampla gama de campos. Nesse contexto, a escolha da ferramenta certa para o design digital torna-se cada vez mais relevante.

Um debate é gerado entre duas opções que se destacam como as mais utilizadas pelos designers: tablets gráficos (também conhecidos como mesa digitalizadora) e tablets convencionais.

Ambos oferecem funcionalidades e recursos únicos que podem influenciar a experiência de design de cada indivíduo. Qual é a opção mais conveniente? Que fatores devem ser considerados na hora de fazer a escolha?

Tablet convencional vs tablet gráfico

Para determinar qual é a "melhor" opção para design digital, é importante considerar as necessidades e preferências individuais de cada designer.

Ambas as opções têm vantagens e desvantagens que devem ser cuidadosamente ponderadas ao fazer a escolha.

Por um lado, temos o tablet convencional, um dispositivo multifuncional que oferece a capacidade de realizar diversas tarefas.

Tablet convencional vs tablet grafico

No contexto do design, é possível utilizá-lo com aplicativos de desenho disponíveis nas lojas de aplicativos correspondentes. No entanto, esses dispositivos não são especificamente projetados para o desenho digital e podem não possuir algumas características especializadas para esse fim.

Por outro lado, o tablet gráfico é especialmente desenvolvido para artistas digitais, designers gráficos e outros profissionais criativos que necessitam de maior controle e precisão em seus trabalhos.

Esses tablets oferecem recursos avançados que permitem emular a experiência de desenhar com meios tradicionais, como lápis e pincéis.

O que levar em consideração na hora da escolha?

Para decidir entre um tablet gráfico e um convencional para o design digital, é importante considerar certos aspectos de acordo com o tipo de trabalho que será realizado. Confira abaixo alguns fatores a serem considerados:

Tipo de trabalho

Se o seu trabalho envolve design digital, onde a precisão e a sensibilidade são essenciais para obter resultados de alta qualidade, um tablet gráfico é a melhor opção.

Esses dispositivos são especificamente projetados para artistas e designers que necessitam de maior controle sobre seus traços para alcançar um desenho natural.

Por outro lado, o tablet convencional é mais versátil e pode ser usado não apenas para design, mas também para outras atividades computacionais, como gerenciamento de e-mails, redação de documentos ou navegação na internet.

Isso deve ser considerado caso estiver procurando uma ferramenta que permita alternar facilmente entre o design e outras tarefas.

Orçamento

Os tablets gráficos tendem a ter um custo mais elevado em comparação com os tablets convencionais devido às suas características especializadas. Esse preço mais alto reflete a tecnologia e a qualidade específica necessárias para o trabalho criativo de alta precisão.

Por outro lado, os tablets convencionais geralmente são mais acessíveis no mercado. Isso os torna uma opção atraente para aqueles com um orçamento mais limitado que precisam de uma ferramenta versátil para múltiplos propósitos.

Portabilidade

A portabilidade é uma consideração crucial para muitos profissionais criativos que precisam trabalhar em movimento. Os tablets tradicionais oferecem algumas vantagens nesse aspecto devido ao seu design compacto e capacidade de funcionar de forma autônoma, sem a necessidade de estar conectado a um computador.

Isso é especialmente útil para aqueles que precisam fazer ajustes rápidos, apresentar ideias aos clientes em reuniões fora do escritório ou simplesmente aproveitar ao máximo o tempo enquanto viajam.

Geralmente, os tablets gráficos requerem estar conectados a um computador para funcionar, o que limita sua portabilidade. Embora alguns tablets gráficos possam funcionar de forma independente, a maioria dos artistas prefere usá-los em combinação com um computador para aproveitar ao máximo seu potencial criativo.

Experiência e preferências pessoais

Experiencia e preferencias pessoais

A experiência e as preferências individuais também são aspectos importantes ao fazer a escolha. Alguns designers preferem a sensação mais natural de desenhar diretamente na tela de um tablet para ter uma conexão direta com seu trabalho, o que proporciona uma experiência de desenho suave e satisfatória.

Para outros, a precisão e o controle que um tablet gráfico oferece são indispensáveis. O reconhecimento de inclinação e a personalização de botões permitem aos usuários ter um controle preciso sobre seus traços e manipular seu trabalho de forma mais eficiente do que com um tablet convencional ou um smartphone Xiaomi.

A realidade é que a escolha estará sujeita a uma grande quantidade de variáveis e necessidades. Mesmo que uma seja especializada e a outra mais versátil, ambas podem cumprir perfeitamente as funções, desde que seja claro o que é necessário para cada usuário.

Vantagens e desvantagens de um tablet e um tablet gráfico

Cada um deles possui funcionalidades aprimoradas e características que permitem realizar uma variedade de funções, no entanto, listamos as possíveis vantagens e desvantagens que cada um oferece:

Tablets

  • Podem ser utilizados para uma ampla gama de atividades além do design digital.
  • São dispositivos compactos e leves que podem ser facilmente transportados para qualquer lugar e utilizados em movimento sem a necessidade de estarem conectados a um computador.
  • Em sua maioria, oferecem uma bateria de longa duração, permitindo um uso prolongado sem a necessidade de recarregar constantemente.
  • São mais acessíveis do que os tablets gráficos, tornando-se uma opção econômica para aqueles com um orçamento limitado.

Desvantagens

  • A sensibilidade e precisão dos gestos táteis são limitadas, o que pode dificultar o trabalho detalhado e preciso.
  • Geralmente carecem de características específicas para o design gráfico, como sensibilidade à pressão ou reconhecimento de inclinação.
  • Embora existam muitos aplicativos disponíveis para design, nem todos podem oferecer as mesmas ferramentas e funcionalidades que os programas de design profissional.

Vantagens gráficas

  • Oferecem alta precisão e controle sobre o trabalho digital, permitindo traços precisos e detalhados, além de uma ampla gama de opções de personalização.
  • A maioria dos tablets gráficos possui sensibilidade à pressão, permitindo aos usuários controlar a opacidade e a espessura das linhas desenhadas de acordo com a pressão exercida sobre a caneta.
  • São compatíveis com uma grande variedade de programas de design gráfico profissional, permitindo que os usuários aproveitem ao máximo as ferramentas e recursos avançados disponíveis nesses aplicativos.
  • Alguns tablets gráficos oferecem telas integradas que permitem aos usuários desenhar diretamente na tela, proporcionando uma experiência de desenho mais natural e semelhante ao trabalho em papel.

Desvantagens

  • Costumam ser dispositivos mais caros, o que pode ser um obstáculo para aqueles com um orçamento limitado.
  • A maioria dos tablets gráficos requer estar conectado a um computador para funcionar, o que pode limitar sua portabilidade em comparação com os tablets convencionais.
  • Alguns usuários podem achar que os tablets gráficos têm uma curva de aprendizado mais pronunciada, especialmente se estiverem acostumados a trabalhar com meios tradicionais, como lápis e papel.

Na hora de decidir entre um tablet tradicional e um tablet gráfico para design digital, é essencial avaliar suas necessidades específicas, priorizando a precisão, versatilidade e orçamento.

No final, a escolha dependerá de suas preferências pessoais e do tipo de trabalho que realiza. Explore ambas as opções e escolha a melhor!

Pode lhe interessar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *